28 de jun de 2012

Nina Ensina na matéria da Crescer: como o blog (também) mudou a minha vida (de mãe)



Hoje tive o prazer de participar de uma matéria para o site da Crescer, uma revista que admiro e acompanho - gosto demais dos temas e da maneira que abordam a maternidade. "Ter um blog ameniza o estresse de mães de primeira viagem, diz estudo" fala de uma pesquisa da Penn State University, que saiu no site do Jornal da Saúde Materna e Infantil, do Reino Unido. 

O texto diz que o contato feito pela internet ajuda a reduzir a ansiedade e aumentar o bem-estar de mães de primeira viagem. Ou seja, blogs maternos servem de apoio entre mães - uma ideia em que super acredito, como saiu na própria matéria (em tempo, obrigada Camis, por um texto tão bacana e bem escrito):


Eu gosto de participar de grupos na internet com outras mães inclusive para saber o que eu quero e o que vou descartar para a minha maternidade... Pra mim, isso é fundamental para mães que se embrenham virtualmente - saber o que lhe cabe e o que não tem a ver com você (o assunto é polêmico, rende outro post... que estou elaborando na cabeça, em breve passo pro "papel").

Atualmente acompanho o Rede Mulher e Mãe (que tem o ótimo #amigacomenta!), o Materna Infância (fechado, do Yahoo) o Conselhos de Mãe (fechado, no Facebook) - e há pouco tempo entrei no Mães (e pais) com filhos (grupo aberto no Facebook, da Sam Shiraishi). Cada um tem um jeito diferente, e é justamente por isso que me encantam. Isso sem contar as páginas, twitter e sites do tema, é uma infinidade... (o Minha Mãe que Disse tem um blogroll gigantesco só de blogs maternos, vale a visita).

E você, também gosta da blogosfera materna? Participa de outros grupos?

15 de jun de 2012

Marcha do Parto em Casa - e o direito de escolha da mulher


Neste fim de semana acontece, em diferentes cidades do país, a Marcha do Parto em Casa, que coloca a questão do parto humanizado domiciliar em pauta na sociedade. O movimento surgiu em função da repercussão de uma matéria do Fantástico, no último domingo, onde uma declaração a favor da prática feita pelo médico-obstetra Jorge Kuhn, da Unifesp, recebeu uma nota de repúdio do Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro, o Cremerj: 

fonte: página da Marcha do Parto em Casa no Facebook

A Marcha ganhou esse nome, mas não se restringe a poder parir em casa. A questão é mais ampla, e visa uma discussão em torno do direito de escolha da mulher na hora de parir - incluindo o acompanhamento necessário. É uma questão de Saúde Pública. 

Eu já tinha falado disso quando postei o vídeo do curso de Obstetrícia da USP. A indústria da hora marcada da cesárea é cruel, pois induz à cirurgia muitos casos que poderiam acontecer de forma natural. Por isso, continuo acreditando que, quando não há riscos para mãe e filho, a mulher deve ter, no mínimo, o direito ao parto normal. Só quem pariu sem se sentir dona de seu parto sabe a dor que eu carrego se carrega. 


Que fique claro que não apóio nenhum tipo de ato radical sobre a questão do parto. É ÓBVIO que, quando há qualquer tipo de risco para mãe ou bebê, o indicado é estar num hospital e, mais ainda, se for o caso, recorrer à cirurgia. Também não tenho a MENOR PACIÊNCIA para mulher que acha que é mais mãe porque fez parto normal/natural/em casa - fiz cesárea e sou uma p* mãe, assim como muitas outras que conheço. Mas falar do tema, ao meu ver, é relevante, esclarecedor e necessário. 


fonte: página da Marcha do Parto em Casa no Facebook

Para assinar a petição, clique aqui.


Em tempo: Para quem ainda não viu, o vídeo do nascimento de Lucas, filho da sanitarista e terapeuta ocupacional Sabrina, e de Fernando, em Campinas (SP) - que foi o mote da matéria do programa da TV Globo - é emocionante... 


*********************

Abaixo, veja os locais onde acontecerá a MARCHA DO PARTO EM CASA pelo Brasil. Veja também a página do movimento no Facebook, com outras considerações importantes.

Rio de Janeiro - RJ
Local: Praia de Botafogo, altura do IBOL - Passeata até o CREMERJ (Rua Farani)
Data: 17 de Junho, domingo
Horário: 10h da manhã
Contatos: Ingrid Lotfi (21) 9418-7500

São Paulo - SP
Local: Parque Mário Covas
Av. Paulista, 1853 (entre a Pe. João Manuel e a Min. Rocha Azevedo) - Passeata até o CREMESP
Data: 17 de Junho, domingo
Horário: 14h
Contatos: Ana Cristina Duarte (11) 9806-7090

São José dos Campos - SP
Local: Praça Affonso Pena perto dos brinquedos
Data: 16 de junho, sábado
Horário: 10h da manhã
Contato: Flavia Penido (12) 91249820

Campinas - SP
Local: Praça do Côco /Barão geraldo
Data 17 de junho, domingo
Horário: 14h da tarde
Contato: Ana Paula (19) 97300155

Ribeirão Preto - SP
Local: Esplanada do Teatro Pedro II
Data: 16 de junho, sábado
Horário: 14h da tarde
Contato: Marina B Fernandes (16) 9963-9614


Sorocaba - SP
Local: Parque Campolim
Data 17 de junho, domingo
HOrário: 10h da manhã
Contato: Gisele Leal (15) 8115-9765


Ilhabela - SP
Local: Praça da Mangueira
Data: 17 de junho, domingo
Horário: 11h da manhã
Contato: Isabella Rusconi (12) 96317701 / Alejandra Soto Payva (12) 91498405


Vitória - ES
Local: Praça dos Namorados - Ponto de encontro em frente ao Bob´s
Data: 17 de Junho, domingo
Horário: 17h
Contatos: Graziele Rodrigues Duda (27) 8808-8184


Brasília - DF
Local: próximo ao quiosque do atleta, no Parque da Cidade - Passeata até o eixão
Data: 17 de Junho, domingo
Horário: 09h30h da manhã
Contatos: Clarissa Kahn (61) 8139-0099 e Deborah Trevisan (61) 8217-6090


Belo Horizonte - MG
Local: Concentração na Igrejinha da Lagoa da Pampulha
Data: 16 de junho, sábado
Horário: 12h30 da tarde
Contato: Polly (31) 9312-7399 e Kalu (31) 8749-2500


Recife - PE
Local: Marco Zero, Recife Antigo
Data: 17 de junho, domingo
Horário: 15h da tarde
Contatos: Paty Brandão (81) 8838 5354 \ 9664 7831, Patricia Sampaio Carvalho


Maceió – AL
Local: Concentração no Alagoinhas, marchando até a Praça Vera Arruda.
Data: 17 de junho, domingo.
Horário: 10h
Contato: Fernanda Café (9107-3111)

Fortaleza - CE
Local: Aterro da Praia de Iracema
Data: 17 de junho, domingo
Horário: 17h da tarde
Contato: Semírades Ávila (85) 9984.0694

Salvador - BA
Local: Cristo da Barra até o Farol
Data: 17 de junho, domingo
Horário: 11hrs da manhã
Contato: Daniela Leal (71) 9205-9458, Anne Sobotta (71) 8231-4135 e Chenia d'Anunciação (71) 8814-3903 / 9977-4066

Natal-RN
Local: Parque das Dunas (ao lado da escultura Mãe-Terra)
Data: 17 de junho, domingo
Horário: 15:00
Contatos: Marina Viana (84) 9953-2041 e Rosário Bezerra (84) 9103-6140

Belém - PA
Local: Ao lado do Teatro da Paz - próximo ao Bar do Parque
Data: 17 de junho, domingo
Horário: 9h da manhã
Contato: Sabrina Hosokawa (91) 8326-3339

Porto Velho - Rondônia
Local: Espaço Alternativo (Avenida Jorge Teixeira)
Data: 17/06 domingo
Horário:16:00 horas
Contato: Elis Freitas 3222-2678 e 8109-1677

Curitiba - PR
LOcal: Rua Luiz Xavier - Centro - Boca Maldita
Data: 16 de junho, sábado
Horário: 11 hrs da manhã
Contatos: Inês Baylão (41) 9102-7587

Florianópolis - SC
Local: Lagoa da Conceição - concentração na praça da Lagoa, onde acontece a feira de artesanatos
Data: 17 de Junho, domingo
Horário: 15h da tarde
Contatos: Ligia Moreiras Sena (48) 9162-4514 e Raphaela Rezende (raphaela.rnogueira@gmail.com)

Porto Alegre - RS
Local: Parque Farroupilha (Redenção), Concentração no Monumento ao Expedicionário
Data: 17 de junho, domingo
Horário: 15:00hrs
Contatos: Maria José Goulart (51) 9123-6136 / (51)3013-1344

Londrina - PR
Local: Calçadão em frente ao chafariz
Data: 16 de Junho, sábado
Horário: 12:00
Contatos: Marilia Mercer (43) 9995-4469 e Tami Somera (43) 9981-2961

Cascavel - PR
Local: Calçadão Catedral
Data: 17 de Junho, domingo
Horário: 10:30
Contatos: Mariana Martins Notari (45) 9990-6200


14 de jun de 2012

Curso de férias para crianças

Outro dia, conversando com uma vizinha, ela comentou da dificuldade que é entreter o filho em casa na época das férias. Realmente, o garoto tem uma energia danada pra ficar entre quatro paredes durante 30 dias. Como é frio, nem dá pra brincar em playground direito... Aí me dei conta de que crianças têm duas férias ao ano (sem contar os feriados prolongados...), coisa que minha vida de adulta já tinha abstraído. Legal, mas e o que a mãe que trabalha fora faz com esses serzinhos? (minha vizinha, por exemplo, não tem como tirar férias junto com o filho, que vai acabar ficando em casa com a empregada!). 

Diferentemente do que foi comigo (minha mãe parou de trabalhar fora quando meu irmão mais novo nasceu, então ficava conosco o tempo todo em casa), muitas mulheres não conseguem folgar durante todo o mês, pra dar atenção e poder fazer atividades bacanas com as crianças. E aí, tem que ter opção legal pra distrair essa meninada... 

Na zona oeste de São Paulo tem dois lugares que oferecem curso de férias "por pacote", onde você paga de acordo com as horas que vai usar: o Familiarte (que teve uma festa junina pra lá de gostosa) e a Casa do Brincar (que promove piqueniques mensais super bacanas!). Os dois têm em comum o fato de não se tratarem de "escolas formais" e oferecerem atividades lúdicas para a criançada - porque a gente sabe o quanto brincar é importante e bom, ainda mais nas férias. 

Outra opção bacana é passar as férias estudando... inglês! A escola Berlitz, por exemplo, oferece o "Kids Day Camp 2012", uma programação que aborda temas diários como holidays around the world, food around the world, professions around the world e the world in 2 days. O curso é voltado para crianças de 8 a 11 anos e tem o objetivo de desenvolver a consciência de outras culturas e a comunicação intercultural.

E você, o que vai fazer com suas crianças nas férias? Compartilhe suas dicas de opções bacanas nos comentários!  

imagem: Jump land (stock xchng)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...