18 de set de 2010

ic, ic, ic, ic, ic...

Quando a Nina nasceu eu me sentia bastante aflita com os "sustos" que ela sentia. Principalmente na maternidade, ela dava aqueles pulinhos, como quando a gente está sonhando que está caindo (já aconteceu isso com você?). Pois eu assustava junto com ela, ficava toda preocupada. A mesma coisa com a respiração acelerada e os muuuitos soluços, várias vezes ao dia. Mas a pediatra garantiu que todos esses "sintomas" são normais em recém-nascidos.

Depois de nove meses, é comum que bebês se sintam fragilizados fora da barriga, daí os sustinhos. Por isso é legal mantê-los perto do nosso corpo, para que percebam o nosso calor - o famoso aconchego do colinho. A respiração mais rápida também é característica da idade, quanto mais novinho, mais acelerada. Se o bebê não tem nenhum problema cardíaco, vai ganhando um ritmo mais lento com o passar do tempo (nos ultrassons, os batimentos do neném são muito mais rápidos que os da mãe).

Já os soluços aparecem por causa do sistema nervoso imaturo, que muitas vezes não controla o diafragma. A gente fica aflita, mas o bebê mesmo não está sofrendo - olha só a Nina, não tá nem aí soluçando...



Um comentário:

Use este espaço para divagar, escrever, complementar... Sinta-se em casa!!! ;)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...