21 de out de 2011

A importância da leitura e como fazê-la para bebês

Eu sou daquelas mães pessoas que acredita na força da educação como ação transformadora do mundo. Fiz magistério no colegial, onde tive a sorte de ter contato com muitos professores e pensadores que ajudaram na minha formação, no modo como vejo o mundo hoje (foi graças ao CEFAM que conheci as ideias de Paulo Freire, por exemplo, e graças à professora Delza Maria Frare Chamma que tive seminários-sem-fim da "História da Educação no Brasil", de Otaíza de Oliveira Romanelli).

=>> Deixe seu comentário! 
 
Mas, antes disso, tive em casa um dos maiores incentivos: o prazer pela leitura. Lembro tão bem da moça do Círculo do Livro indo levar a revista para minha mãe escolher os títulos... Em casa, a gente teve algumas coleções "da época", como a "Conhecer" (pra quem já nasceu na geração Google, garanto que era o máximo pra fazer os trabalhos da escola!) e a coleção do Monteiro Lobato, só pra citar duas. Ainda no âmbito familiar, minha tia Márcia, irmã da minha mãe, era professora (hoje já aposentada) e também sempre nos incentivou a ler e nos corrigiu na hora de falar o português correto. A Márcia foi minha professora na 3a. série do Dom Barreto, e eu me lembro dela reclamando do quanto eu conversava com a Lidia Schaffer - éramos ótimas alunas, mas falávamos mais que a boca!!!

Só pra se ter ideia de como os estímulos marcam as crianças, me recordo tão bem do meu primeiro livro na escola, "Zero Zero Alpiste", de Mirna Pinsky, que até hoje lembro do começo da história: "Chamava-se Daniel, mas a turma da escola apelidou-o de Zero Zero Alpiste"... Já na 5a. série, com a profa. querida (e ausência sentida) Rita Nunes, me apaixonei pela sensibilidade de Rubem Alves ao explicar as idas e vindas das pessoas no mundo em "A menina e o pássaro encantado". E por anos guardei o livro "A vaca Mimosa e a Mosca Zenilda" como relíquia, por ter um autógrafo da autora Silvia Ortoff - mais uma vez,  proeza de minhas mãe e tia, que nos levaram no lançamento do livro na extinta livraria Romana.


Eu estou escrevendo tuuuudo isso porque fiquei muito curiosa sobre um evento que vi no site do programa Papo de Mãe, da TV Brasil. É o lançamento do livro "Ops", de Marilda Castanha, sobre técnicas de leitura para crianças na primeira infância (de 0 a 3 anos). Sei o quanto a leitura é importante, mas em geral vejo dicas para crianças maiores. Como deve ser o estímulo para crianças tão pequenas?

O evento acontece amanhã, dia 22/10, às 11h, na Livraria da Vila no Shopping Pátio Higienópolis, numa parceria da revista Crescer com a Cosac Naify. O bacana também é que quem estiver lá pode participar de uma oficina gratuita com as especialistas Flávia Miranda (Escola Carlitos) e Romina Boemer (contadora de histórias), além da presença da própria autora. Eu adoraria ir, muito  mesmo... mas minha pequeNina pegou catapora e, apesar de já estar quase boa, não acho viável levá-la num lugar com outras crianças e bebês... quem for depois me conta o que rolou??

5 comentários:

  1. Caroool! Que texto lindo! Fiquei emocionada com as suas lembranças, mesmo tendo a certeza de que elas estão muito vivas para mim!
    Me lembro com tanto carinho de "A menina e o pássaro encantado" que tenho vontade chorar. Me lembro muito de "O sobradinho dos pardais" que a gente leu com a Tia Márcia lá pelos idos de 1986... Foi meu primeiro livro longo!
    A Beatriz na escola participa do programa leitura em família, que traz para casa um livro toda semana para lermos em conjunto. Como ela está lendo - adiantadinha que é - me divirto contando a história e ouvindo a história sendo contada por ela. Outro dia ela ganhou "O Menino Maluquinho" de uma amiga minha. Eu li para ela e me emocionei no final! Quantas coisas maravilhosas fizeram parte da nossa infância e são responsáveis em parte pelos adultos que somos hoje!
    Um beijo enorme pra você, outro pra Nina e aproveite pra mandar beijos pra sua mãe e pra tia Márcia!

    ResponderExcluir
  2. Carol, eu sabia que vc tinha o blog Nina ensina, mas ainda não havia tido tempo de ver e ler. Agora consegui e...... amei!!!!!!! Lindo, lindo e emocionante. Sinto orgulho de ter partipado de tua vida e de teus sonhos, pois lembro muito bem o quanto vc queria fazer jornalismo em faculdade pública. Sucesso, muito sucesso e parabéns! Tia Mercia

    ResponderExcluir
  3. adorei ler é td de bom pra qq idade!!!!

    ResponderExcluir
  4. Ai Carol!!! Que bom lembrar!! Como diz o Oswy: Tiempos idos y no volvidos!! Posso acrescentar na lembrança: Ziraldo (Joelho Juvenal, Dez amigos, entre milhões...) A Fada que tinha idéias,Burrinho Alpinista, Os bichos que tive (Silvia Ortoff), Quero casa com Janela, Rubem Alves (Os morangos, A Pipa e a Flor,A operação de Lili, entre milhões...)... Tâo bom relembrar de tudo é saber que a Gabi está indo pelo mesmo caminho... ELA AMA HISTÓRIAS!!!!!
    Bjos e parabéns pelo blog!
    Bjãoooo na Nina!!

    ResponderExcluir
  5. Ai, gente, q delícia de comentários! é mto bom mesmo lembrar de livros que são tão importantes pra nós, e q de certa forma, também para nossos filhos! Adorei!!!! beijos

    ResponderExcluir

Use este espaço para divagar, escrever, complementar... Sinta-se em casa!!! ;)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...