26 de out de 2011

Inveja da Galinha Pintadinha?

Sim, a Nina pegou catapora. Não, não deu tempo de dar a vacina pra varicela. Antes disso ela acordou toda marcada. Ela é bem branquinha e os pontinhos vermelhos se proliferaram com uma velocidade incrível, deixando-a com rosto, braços, peito, costas, coxas e solas dos pés empipocados. Sobrou até pra boca: as bolinhas surgiram em forma de áfita, impedindo que ela conseguisse comer.

besuntada : pomada de calêndula e talco mentolado
E foram 15 dias daqueles: por causa dos machucados na boca, a Nina não se alimentou direito. Por causa da febre, ficou muuuito chorona. Por não gastar energia, dormia mal (e tarde). Por causa das pintinhas, deu uma trabalheira danada - banhos difíceis com permanganato de potássio, seguidos de outros "banhos" de pomada de calêndula da Weleda e talco mentolado, pra aliviar a coceira e ajudar a cicatrizar (funcionou muito). Some a isso o chororô da menina debilitada (tadinha!) e tenha uma mãe mulher à beira de um ataque de nervos (esse é o melhor título do Almodóvar, ever!).

E não tem jeito: apesar de todos os cuidados, catapora só cura com o tempo. Tem que esperar o corpo reagir, naturalmente, até a cicatrização das feridas. Como a vida não tem graça sem emoção, pra ficar melhor, o pai dela estava viajando. Bem quando o André foi passar o mês todinho fora, ela ficou doente (pensou que era mole?). E aí, me permito um #mimimi: lá foi a mãe se desdobrar em mil pra dar conta da demanda. Uma ciranda (que contribui para as minhas olheiras): o pai viaja / a filha fica doente / só a mãe cuida / o pai volta / e a filha já está nova em folha... Ainda bem que a avó Angélica veio importada de Campinas dar uma força pras bandas de cá (tadinha, como ela me ouviu reclamar da vida... ainda bem que avó é mãe duas vezes e aguenta, né?).

Bom, depois desse presentinho de aniversário - as pintinhas surgiram 1 dia depois que comemorei o meu! - a Nina volta à vida normal. Já seguiu para o berçário nesta terça-feira e, o mais importante, está super saudável, comendo bem, rindo e fazendo graça (ok, isso enche meu coração de alegria!). Pra quem achou que era fácil, foi de #chorarnocantinho. Mas meu lado Poliana resiste e vê o copo meio cheio: de um jeito ou de outro, tudo passa, e a vida segue...

Um comentário:

  1. Ai tadinha..triste isso..meu sobrinho passou por isso há pouco tb, dava muita dó..
    Bjs!

    ResponderExcluir

Use este espaço para divagar, escrever, complementar... Sinta-se em casa!!! ;)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...