2 de jul de 2012

A árvore da Nina - a aroeira que o vovô plantou

Quando eu fazia faculdade na Unesp, em Bauru, meu pai sempre ligava pra saber como estava o clima na "cidade sem limites". Pela manhã, ouvia o rádio (as previsões de Narciso Vernizzi, o "homem do tempo" da Jovem Pan AM!) só pra saber se estava calor ou frio. Eu sabia que o gesto, quase banal, era o jeito dele saber se eu estava bem, se precisava de algo. Minha mãe sempre disse que ele nunca foi de pegar os filhos no colo, abraçar, beijar, essas coisas - os tempos eram outros, o pai era o "provedor". Mas sempre senti o seu amor por mim, principalmente em pequenos momentos que guardo no coração.

Uma vez, quando eu morava em Londres, mandei uns presentinhos de Natal e entre os itens tinha um "senhor dos ventos", desses pra pendurar e ouvir tocar quando bate o vento. Aí minha mãe me mandou uma CARTA (sim, carta escrita à mão!!!) e disse que, assim que recebeu o presente, meu pai foi logo colocando o "Senhor" na sacada, para ouvi-lo. E toda manhã, quando batia o vento e os sinos tocavam, ele dizia "a Carol está falante hoje, né?" (imagine quando li isso, em Londres, sozinha com a minha querida irmã Vania: lágrimas e lágrimas, néam?). 

Quando a Nina nasceu, lá foi meu pai surpreender de novo. Ele ganhou um pacote de sementes de aroeira num evento e, para marcar a chegada da pequena, plantou num vaso. Depois o vaso ficou pequeno e ele transferiu para uma praça, perto da casa onde mora. No fim de semana ele leva os cachorros para passear e sempre dá uma conferida. No último feriado, fomos ver a quantas anda a planta, e qual não foi nossa alegria ao perceber que ela já está maior que a própria Nina!

Revendo as imagens, me deu um certo clique. Eu sempre procuro criar a Nina com boa autoestima, pois acho isso fundamental para a vida de uma pessoa... e quer coisa melhor pra cuidar do nosso coração do que saber que somos amados e queridos? Muitas, mas muitas vezes, o dia a dia, a correria e o stress nos fazem esquecer desses "detalhes", mas no fundo, é isso que vale, mais do que qualquer brinquedo, escolas ou roupas "caras"...  Então ontem, antes de dormir, enquanto estava deitada com a pequena na cama, falei pra ela o quanto o domingo tinha sido gostoso, o quanto estava feliz de tê-la perto, com saúde, e o quanto ela era especial. Ali também senti saudades de ser filha, de dizer pros meus pais amados o quanto eles são importantes pra mim (acho que eles sabem, mas às vezes a vida nos afasta, né?).

E você, o que faz para mostrar seu amor pelos filhos/família? 


pra posteridade: a árvore, Nina e o vovô
vamos cuidar muito bem da plantinha!
q coisa fofa! 

25 comentários:

  1. Que coisa linda!!!
    Também morro de saudades de ser filha!
    Vc disse tanto sobre tantas coisas... difícil até de comentar... os telefonemas do seu pai, o senhor dos ventos... coisas pequenas, mas que, realmente, nos fortalecem internamente!
    Lindo post!
    Beijão
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. pois é, falou bem, muitas coisas "simples" nos fortacele internamente... esse é o sentido da vida, pra mim... beijos

      Excluir
  2. Que história linda!!! Agora estou aqui que nem você, toda sentimental...s

    Beijos
    Tati
    Mulher e Mãe
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thaty,
      vc é uma querida! E libriana não precisa de muito pra se emocionar, né? rsss
      beijos

      Excluir
  3. Ahhhhhhhhhhh... Adorei!
    Que coisa mais linda!
    Com certeza vai marcar a vida da Nina pra sempre!

    Beijos

    Karin
    www.mamaeecia.com.br

    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu tb acho, Karin!
      obrigada pela visita!
      bjs

      Excluir
  4. Que orgulho ENORME de teu pai, nossa fico tão feliz quando descubro que alguém plantou uma árvore, fico emocionada msm, principalmente ao saber q essa árvore representa a chegada de um bb.
    Engraçado vc ter colocado essa história aqui, eu plantei várias árvores do quintal, na esperança de ver meu filho subindo nelas, ou brincando, ou fazendo um encontro com os amigos e uma rodada de violão. Por enquanto vejo ele brincar debaixo das árvores com os carrinhos =)
    amei o post muito lindo!
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ai, que delícia ter quintal com árvores, Fanny! Qdo eu era pequena, na minha casa em Campinas, a gente tinha pé de mexirica e limão, era uma delícia!
      com certeza seu filho vai gostar!!!
      beijos!!!

      Excluir
  5. que fofa a Nina!!!!
    achei lindo o texto e a iniciativa do seu pai em plantar uma árvore pra marcar o nascimento da neta!!!

    beijos
    Paola
    #amigacomenta
    www.dicasdamaedipa.blogspot.com
    @dipahh

    ResponderExcluir
  6. Gente.....não vou esconder...emocionei muito.....eu sei o que é morar longe e estar sem a família....a gente que é emotiva fica bem pior...e com esse pai fofo falando essas coisas a gente chora mais ainda......Lindo esse gesto....linda forma de amor....#amigacometa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adriana,
      morar longe tem seu lado bom, de crescimento, mas tem tb uma certa solidão... e saber q se é amado é bom, né?
      um beijo

      Excluir
  7. OI Carol que história linda e emocionante. O seu pai realmente surpreende. Lindo demais.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  8. Ai que lindo esse post! Me emocionei contigo. Que pai mais queridão, que mãe fofa você tem. Adorei mesmo! Parabéns!

    Beijos,

    Mariáh
    #amigacomenta
    http://cartasaomeubebe.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mariáh,
      o bom é que podemos ser assim tb pros nossos filhos, né?
      beijos!!!

      Excluir
  9. Carol,

    Fiquei emocionada...

    <3

    Tia pode comentar só isso??? Haha

    beijo

    ResponderExcluir
  10. Puxa. A parte em que seu pai fala que está falante é linda! A gente tem que falar o quanto são amados sim. Nada no mundo conforta tanto :) Adorei o post.
    Bjs
    Fabi (Mulher e Mãe)
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Fabi, eu tb adoro essa história. Acho de uma delicadeza só!
      bjs!

      Excluir
  11. adorei...quanto mais mãe, mais filha!!

    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  12. Ahhh, q lindooo!!!
    E o q é o amor se não exatmente isto? Gestos singelos, palavras sinceras, delicadeza....

    Ameiii!!

    Bjo!

    Loreta #amigacomenta;)
    @bagagemdemae

    ResponderExcluir
  13. Que genial. Muito original e fofa a homenagem do vovô. Parabéns pelo cantinho, é lindo!

    bjs,
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  14. Carol,
    simples gestos, significados imensos. Lindo o seu post, uma carta de amor à sua filha e a seus pais.
    Beijo
    Marusia
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  15. Nossa, emocionei com seu post. Seu pai é uma pessoa muito especial e tenho certeza que foi muito importante para você ser quem é hoje. Linda sua família, fico feliz com famílias amorosas assim.
    Beijos!!!
    #amigacomenta

    ResponderExcluir

Use este espaço para divagar, escrever, complementar... Sinta-se em casa!!! ;)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...