23 de fev de 2012

Conexão barriga-coração

Pra "começar" o ano (já que dizem que as coisas por aqui só funcionam depois do carnaval!), uma imagem linda que vi no mural do Facebook da Alita Mariah, mãe do Érico, e que mostra com delicadeza como é a relação mãe-filho. O desenho foi publicado pela organização Ganom, "um espaço dedicado ao despertar da consciência na gestação, no parto e na chegada do novo ser ao mundo e seus cuidados no aleitamento e no pós parto". A foto teve a seguinte descrição, ainda mais linda: "A gestante deve despertar para consciência de que o bebê sempre está conectado ao seu sentir através do coração." (Ana Prem). 

Quem tem filho sabe que, a cada mexer na barriga, a gente já sente o coração mais feliz. E essa é uma sensação só da mãe - por mais que o pai seja super pai, por mais que haja apoio da família, por mais que qualquer outra coisa... a barriga de uma grávida é especial porque ali dentro, acomodado, é gerado um ser único...

Dedico o post de hoje à Marcelinha, que dará à luz Catarina, já conhecida como a Batatinha mais charmosa da cidade. E também às queridas Cassia, mãe do Almeidinha, Virgínia, mãe do (a) irmão (ã) mais novo (a) da Gabi, Vania, mãe do baby 2 e à própria Alita. Todas grávidas, queridas e iluminadas.

Atualização: Dedicado também à Ana Carol Garcia, que fiquei sabendo hoje que está gravidíssima!!!! 

Fonte da imagem: Ganom (retirada da internet)

Em tempo: hoje (23/02) Ninoca Pipoca faz 1 ano e meio. Parece que foi ontem, e também parece que faz muuuito tempo. E acima de tudo, parece que sempre existiu...

18 comentários:

  1. Oieee,

    Amei o desenho! Super verdadeiro!
    Eu tb sou mãe de uma Catarina!! Ameiiii!!

    Bjo!

    Loreta #amigacomenta;)
    @bagagemdemae
    www.bagagemdemae.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, a Catarina da Marcelinha nasceu hj! Eu acho lindo e elegante esse nome!!!
      Beijos!

      Excluir
  2. Ai..estar grávida..no auge das minhas 38 semanas eu reclamei do inchaço e das dores nas costas, dizendo que realmente é uma dificuldade carregar uma criança dentro de si, mas era só Theo me chutar lá dentro para meu humor melhorar, meu céu clareava e eu achava que a melhor coisa do mundo era ter um serzinho aqui dentro..saudades disso.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, eu passei isso tb! Ficava cansada que só vendo, mas às vezes ia dormir e curtia demais minha "conversa" com a Nina... ô coisa boa!

      Excluir
  3. Lindo demais Carol!!!
    Amei!
    beijao para vcs duas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lelê... vc sabe, mãe de menina é tudo, né? rs... somos suspeitas! rs beijos

      Excluir
  4. Fofaaa!!

    Desenho lindo mesmoooo!

    E que venham mais babies!!
    Realmente, a gravidez é um momento muito especial. Deus nos deu esse dom maravilhoso de gerar outro ser humano..

    Bjos

    #amigacomenta

    @Look_bebe
    http://www.lookbebe.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana, é dom mesmo. só pode ser. Coisa divina, perfeita, sublime! bjs

      Excluir
  5. Adorei a imagem!!! Linda linda linda!!!

    Beijosss
    Karin
    www.mamaeecia.com.br
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
  6. Carol,
    engraçado: sempre adorei o som do coração. Tum-tum, tum-tum, nunca soube explicar, era simplesmente um som que me acalmava. Descobri a razão no dia do primeiro ultrassom do meu filho mais velho: era saudade do útero da minha mãe...
    Beijo!
    Marusia
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo, Marusia! Pois é, por isso o nosso carinho é tão importante, né? bjs

      Excluir
  7. Não é à toa que depois que os bebês nascem e mesmo quando ficam grandinhos (grandões!) colocar a cabeça no peito da mãe éum remédio calmante poderoso. Até hoje gosto de abraçar minha mãe e deitar minha cabeça no peito dela. Meus filhos também se acalmam quando os coloco junto ao peito.

    Bjs

    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tuka... e quantas e quantas vezes a Nina estava chorando e só no meu colo acalmava? Perdi a conta de tanto que a segurei no colo, bem pertinho... ai, ai, deu saudades dela bebezinha! rs beijos

      Excluir
  8. Essa ligação é mesmo mágica, embora eu ache que a ligação mãe e filho possa também nascer depois, no caso das adoções. Linda essa ilustração! E a Nina é uma fofa!beijo querida
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cynthia, bem lembrada a questão da adoção... os laços surgem de forma diferente, mas são tão intensos quanto, né? Obrigada pela visita! Beijos

      Excluir
  9. que linda essa imagem!!! Eu sempre achava grávidas enigmáticas e lindas e divinas, desde a adolescência. Quando engravidei vivi a gravidez com tudo... aliás, eu sou assim quando vivo, vivo 100%.

    Obrigada pela visita no blog...:)
    #amigacomenta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o quanto a gente fica poderosa grávida? Redonda, inchada (pelo menos no meu caso), mas dona do mundo!!! beijos

      Excluir

Use este espaço para divagar, escrever, complementar... Sinta-se em casa!!! ;)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...